sábado, 19 de dezembro de 2009

GABRIELA LEMOS KOVALSKI! (L)



Coração é uma figura extremamente engraçada. Tem que dia que penso, que ele não fala qualquer língua igual a minha mente. Outras tantas, penso que ele, muito pelo ao contrario, vive em sintonia com ela. Há alguns dias, fiquei pensando em como é ruim sentir saudade, na verdade, não a saudade em si, porque essa, é a certeza de que há amor, digo daquela outra, a falta. Falta daquelas pessoas que infelizmente, algum dia tem que sair da nossa vida. Falta daqueles que precisam se despedir, mesmo que por algum tempo. Falta daquele sorriso, daquelas tardes, daquelas resenhas, daquele sotaque. Das mínimas coisas. De quando você olha no telefone, e percebe que daqui a algum tempo ele não vai tocar com tanta frequência. Não vai ser você, enchendo o meu saco. Ou falando milhares de palavras emboladas, que no fundo, eu só acabo entendendo a metade. Não vai ser você, que vai me ligar pra conversar, pra atentar, ou pra dizer algo de extraordinário, que aconteceu na sua vida. Nem vai ser você que no meio do dia nublado, vai me convidar pra animar, e ir fazer um lanchinho na chame-chame. (se lembra disso?) E também, não vai ser você, que vai me ligar do nada, eu de pijama, mandando colocar uma roupa e ficar gatinha, que vamos no shop... Tantas milhares de coisas que você, já fez por mim. Tantas vezes que te liguei, e você me escutou, me entendeu, até aqueles medos bobos. E tantas vezes, que você já me ligou, contando seus casos, seus segredos. Milhares de vezes, que você me fez sorrir, quando a única solução que eu encontrava era chorar. E as milhares, que você me ensinou a pedir, sempre que eu achei que podia mandar. E as outras, sem nenhum nexo. Sem nenhum sentindo. A não ser escutar sua voz e saber se estava bem. E feliz. Você sabe que você é única! MUITO ÚNICA! E que cada dia que eu tive a honra e o prazer de conviver com você, eu só fiz aprender. Aprender que a vida nem sempre é como nós queremos. Que muitas vezes deve ser levada na brincadeira. No 'quiiii amorrrrrrrr'. E que outras tantas, apenas precisamos abrir o sorriso, aquele mesmo que você me ensinou a dar, e dizer: estou bem! E continuar levando...
Eu, hoje, só tenho a te agradecer. Por TUDO que você me proporcionou, por ser uma das únicas a ter ficado do meu lado, ano passado, por acima de tudo, ter confiado em mim, sempre. Ter me dado a dádiva da tua presença na minha vida. Agradecer por você estar sempre aqui. As vezes, tão distante. Outras, tão unida. Agradecer pelas risadas. Pelas conversas, pelo companheirismo vivido todo esse tempo. Mas também agradecer pelas coisas ruins. Porque foram elas a principais pra mim hoje, olhar pra trás, e ver que todo aquele muro, que eu fui construindo com você, tijolo por tijolo, está reerguido. Que nós, conseguimos passar por qualquer outro alguém, por qualquer barreira existente no meio do caminho! Por qualquer coisa, que sempre chegou pra atrapalhar.
Enfim... Hoje, é bom olhar pro trás e perceber a segunda família que eu construi. E que, você, é sem dúvida parte dela. E é ruim olhar pro amanhã, pro depois, e perceber que essa minha família vai ser desfalcada. Que aquela coisa 'nêna' não vai estar aqui do meu lado, do nosso lado. E a parte boa disso, é que independente de onde você estiver, aqui, em Porto Alegre, ou no Iraque, você vai estar comigo, guardada sempre no meu coração. Na minha alma. Vou te levar sempre comigo, pra onde quer que seja. Sempre que entrar no meu quarto e ver nossa foto grudada na parede com: Willy Linda! Sempre que entrar no msn... Sempre que ir no shop, e sentir que tá faltando alguém ali, alguma presença... Mas me lembrar, que você está lá, nem que seja por telepatia. Obrigado! E desculpa por qualquer coisa ai, tá? Nunca foi a intenção te prejudicar e te machucar. Desejo muita sorte na sua vida! Muita felicidade. Que Deus te guie e te proteja, para que você nunca deixe a sua estrela parar de brilhar. EU TE AMO MUITO! MUITO MESMO! E por favor, se não for pedir demais, não esquece disso não, nem de mim tá? Porque você é eterna! Eterna...
Um fantástico disse assim:
'Entre as portas do visível e do invisível, um tênue barreira nos separa da eternidade, além da materialidade passageira das coisas, fica o reino das coisas verdadeiras que a gente carrega feito um tesouro, lanços inquebráveis de um amor insuperável, ternuras profundas de uma amizade real, mãos que selam como guardiãs da nossa caminhada, espíritos de luz, iluminando nosso coração, fantasmas, familiares como forças de proteção. Ai, a gente vê que o tempo não vale nada, tempo é pó na escada da evolução.'
Bem, acho que é isso. Pelo menos, por hoje.
Diga wiiiiiiiiiii, minha willynda! :D



oh, coração apertado por isso.
e feliz por hoje. =*



Um comentário:

  1. Todos nós Alicinha .. Kovas, vai fazer com certeza muita falta. Principalmente pra ti né?! as conversas, os telefonemas, as resenhas, as prozas e até as mensagens .. seu celular nunca parou de tocar; p. ou gabi.
    mas pode ter certeza, que eu também vou morrer de saudades dela .. não faziamos telefonemas uma pra outra, mas ainda existe um grande carinho entre nos duas. eu vou morrer de saudades dela.
    Beijão preta linda. :*

    ps.: está bom sim, e eu não estou afim de ti ligar. beijos beijos. (L)

    ResponderExcluir