segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Dúvidas?

Já li e reli pelo Ipod de Luiz um texto que fiz chamado ' memórias', que para quem não leu, falava sobre a raiva que passava no meu coração. Na verdade, há mil coisas no nosso coração!
Ontem uma garota chamada Isabella Leite (irmã do meu gato, Theu) disse que era complicado saber como estávamos, porque há um momento que dizemos estar muito bem e minutos depois, nem sabemos mais.
Realmente é isso, há algumas horas que me impressiono com meu estado de espírito, a forma como eu reajo com certas situações. E há horas, que a angustia e o desanimo tomam conta. Agora, estou um misto dos dois. Estou feliz, bem animada, por a sintonia estar dando certo e principalmente, pela palpitação que agora vai devagar, mais lenta e pulsando calmamente. Ah coração, tão besta! Mulheres são todas bestas.
Não há quem fale que nunca sofreu por um cara, que nunca esteve a ponto de jogar os cabelos e enlouquecer, entrar na fossa, comer chocolate ou chorar, ou apenas pensar, certas coisas se tornaram normais para tantas mulheres. Mas voltando ao que pensamos sentir... São todas ilusões. Já percebeu que sua mente pensa em milhares de coisas ao mesmo tempo. Como posso afirmar que estou bem, se naturalmente não faço ideia dela. Vem então, meu caro e amado Leoni, que afirmava "eu tenho mais perguntas do que respostas... só eu estou confuso?" Leoni, queria que fosse só você, com suas músicas e melosidades sentindo algumas dúvidas e confusões. (IN)felizmente não é assim!
Estou recheada de dúvidas incertas e mal calculadas, até do que vestir, do que amar, de quem gostar ou confiar. E o problema todo, é que essas dúvidas me deixam a quase um 'ataque de nervos'. Passando milhares de vezes, pela minha mente amada, alucinada e cruel.
Vêm do novo as variadas perguntas (...)
Os variados problemas, os desejos, sonhos, as ideologias, e agora? Não quero pensar.
Pensar faz com que pausamos aquela decisão já tomada. Vamos amar loucamente. Viver eternamente, talvez amanhã já não haja mais tempo. Quer falar? Fale. Seu coração pode sofrer mais se prender os incertos sentimentos. Talvez o ato de diminuir seus desejos, só atrapalhe seguir a vida, posso estar errada, mas se há tempo de escolher, escolha o certo, faça o certo, sem pensar tanto.
Meu irmão disse uma vez: '' Na nossa vida temos dois caminhos, o que te leva longe e outro que te trás, chamados certo e errado.''
Meu pai indagou: '' Você sabe como escolher?''
Ele apenas respondeu: '' Meu caráter. "
Papo encerrado!

'' Você é tão acostumada a sempre ter razão, você é tão articulada quando fala não pede atenção (...) É tão certo quanto o calor do fogo."

Boa segunda pra vocês, queridos! Dia internacional da preguiça.
PS¹: aproveitei a minha infernal aula de filosofia e depois inglês, para escrever isso. então dão um desconto.
PS²: hoje tem várias emoções no ar. quem sabe não escreva sobre isso depois...
PS³: estou louca pra chegar amanhã! auhsuahsuahush
aula no cefeet, com nana e theu. ♥ ( até agora não entedi a graça da farda!)

4 comentários:

  1. maracujá, você sabe como eu AMO seus textos né? adoro de paixão.. esse não foi diferente.. adorei mesmo.. assunto ótimo!
    mas eu acho que você deixou passar um pedaço desse assunto, onde a gente discute se o certo e o errado, são mesmo certos e errados, me entendi?
    é algo como, como eu vou saber o que é certo e errado? como eu vou saber que me apaixonar por fulana é errado se isso me parece tão certo?
    tá entendendo?
    vou escrever sobre isso hoje!
    prepare-se, Juliana! ^^
    beijo!
    amei seu texto.

    ResponderExcluir
  2. a graça da farda pertence a mim e a meu humor bizarro, rs.
    em primeiro, obrigado pelo SEU gato (L)
    e em segundo, você é linda em tudo, e nos seus textos o que mais vejo é sua face questionadora.

    LINDO, como tudo feito por você lice!
    bjo e até o próximo post.

    ResponderExcluir
  3. sabe? alguem me disse hoje que estava postando! nada importante, mas tava POSTANDO! hahahaha!

    ResponderExcluir