quinta-feira, 20 de agosto de 2009

coisas banais.

Tava pensando como o mundo é maluco. Fico todos os dias, quando acordo, quando sento na mesa, ou quando tomo banho, me perguntando uma série de coisas que todo mundo se pergunta, coisas banais da vida. Mais sei que nunca terei respostas concretas sobre as minhas perguntas, então acabo desistindo. Um dia desses, quando vi Luiz ou apenas Lu [meu amigo, companheiro, colega, e confidente, uns dos poucos naquela sala] meio assim, fiquei pensando em como o mundo é maluco, nem sempre amores são correspondidos, e parece que a lei natural do mundo, é que você precisa sofrer toda vez que isso acontece, como se você nunca tivesse acostumada, quer outro exemplo? Você não estuda nada pra prova de inglês e quase fecha, enquanto aquele que se matou de estudar, tira uma nota fraca. Olha que mundo maluco! Talvez aquela coisa de conspiração tenha realmente lógica, mais vai adiantar o quê, eu achar que o mundo louco, vive conspirando contra mim, se eu nunca entendo o motivo da tal conspiração. Quando alguém traduzir as leis naturais da vida, faça favor de me contar. Ficarei bem grata :)

E enquanto aos meus infernos dias, andam bem. Não teoricamente, mais o inglês, eu terminei meu livro, a academia não estou indo, esse frio consome todas e quaisquer energias. A escola, está perfeita. Eu sei que é meio estranho! Mais esses dias, Luiz tem sido as minhas aspirações, de ficar em silêncio, não gritar ‘NOOOOSSA EMI’ ou ‘topo, topo, porque não?’. Até tão pensando em tirar meu rótulo da menina mais anormal da sala. \õ/ Acho que estou tão dedicada, e tirando as melhores notas junto com Mª Clara, que vão me dá o rotulo MAIS interessante. HAHAHAHAHHAHAH
Um beijo. :*

‘ Eu me arriscaria outra vez, levaria a culpa, levaria um tiro por você, e eu preciso de você como um coração precisa de uma batida, mas não é novidade, eu te amei com um vermelho fogo, agora está se tornando azul... ’ Apologize – Timbaland

Só pra constar, hoje, em plena quinta, tem festa a fantasia pra mim. \o/
vamos cuuuuuurtir! enquanto se pode viver :*

Um comentário: