sábado, 29 de agosto de 2009

Maturidade.

Na quinta feira antes de dormir, bem tarde, quase 11 horas, sintonizei minha televisão, e por alguma força caiu bem no canal Canção Nova, no programa Direção Espiritual com Pe. Fábio de Melo, ao qual eu sou muito apaixonada, tanta pelo programa quanto por ele. Eu fico indignada com o poder quer as coisas tem de acontecer, o assunto de que ele falava era: maturidade.
E essa palavra anda me perseguindo. Minha mãe vive repetindo, que eu preciso de maturidade, todos os dias. Queria até saber, se maturidade se encontra na padaria, quem sabe no Shopping. Brincadeira! Mas às vezes chega ser chato escutar isso tantas vezes, mesmo compreendendo o porquê da repetição. Ano que vem quero ir pra Salvador, e meu pai sempre diz que quanto maiores são os poderes, maiores ficam as responsabilidades. Imagino então que maturidade é a junção de todas essas responsabilidades. Casa nova, vida nova. Pessoas novas, cotidiano completamente novo. Realmente não é fácil. Com toda dificuldade, não vou desistir.
E ainda tem uns imaturos que perguntam como vou conseguir estudar em Salvador, com tantas festas. A palavra chave que eu repito: responsabilidade. Ação de responder pelos seus próprios atos. Acho que o único ato que pretendo praticar com responsabilidade lá é o estudo. Estudar como prazer, lazer, profissão, como meta. Afinal a USP não é fácil, Medicina também não. Imagine como é interessante você sonhar, e daqui a alguns anos, concretizar aquilo que você sonhou.
Mais caramba, até hoje eu mesmo me pergunto que diabos é ter maturidade, porque se você faz tudo certo, você não tem maturidade. Se não faz, continua sem. Talvez Pe. Fábio esteja certo, maturidade deve ser quando no alto da tua vida, em algum momento pleno, você consegue se tornar completamente sereno. Sereno em tudo que você faz, fala ou sente. E depois de escutar isso, cheguei à conclusão que eu, nos meus 14 anos de vida, cursando a oitava série do ensino fundamental, e com meus pais com certa convicção de que sou um bebê, nunca terei maturidade. Pelo menos pra eles!
Talvez seja isso. Talvez não precise de maturidade exacerbada, e sim de coragem. Coragem e força de vontade pra levantar e dizer: Eu quero, e eu vou conseguir. Coragem, quem não sabe ela também não vem com certa maturidade. Ah, que diabos de maturidade!

‘Não há impasse no espírito desafiador. Um ditado ocidental diz que a felicidade sorri somente para a pessoa que desafia. Tudo se inicia com a ação. Se agir, a sabedoria se evidencia.’


Beijos, e me desejem sorte! :)

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

-

Primeiro de tudo, desculpem pelos tantos dias sem postar.
Vamos por etapas, FIB! \o/
Fico boquiaberta com o poder que O Teatro Mágico tem de encantar as pessoas, adultos, crianças, jovens, moleques. Todos que escutam. Esses dias, discutindo com uma amiga sobre as bandas do FIB [Festival de Inverno Bahia] e ela afirmando que sexta seria o pior dia, lhe mostrei ele, não passou 5 minutos pra ela dizer que eles eram fantásticos, e são. E eu a convenci a ir. O show deles? Foi incrível. E realmente, enquanto eu respirar, vou me lembrar deles. Sexta: Zélia, Natiruts e eles, brocaram no palco. Sábado: Titãs cancelado! Que ódio. Domingo: SHANK? acho que nem preciso comentar. Tava somando aqui, em três dias, eu fiquei quase 24 horas de festa, deve ter sido por isso..
Isso o quê? O ditado diz que depois de toda bonança, vem à tempestade. É eu sei que é ao contrario. Mais não importa, fiquei doente. Esqueci o nome.
Mais levantei hoje pra ir ao colégio, e to morrendo de dor nas pernas.
Fiz um comentário hoje de novo, que tinha feito com meu pai e que Nana morreu de rir, que a menina caiu. Falei: Cássia Eller devia tocar no próximo festival. Ela: É mesmo, eu pagaria nem que fosse um absurdo, dizem que o show dela é um absurdo.

Não sei onde ela escutou essa loucura! :@

Dia 01 de setembro é dia do preto e branco. MANIFESTE-SE!
Torcedores Corinthianos, MANIFESTE-SEM!

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

coisas banais.

Tava pensando como o mundo é maluco. Fico todos os dias, quando acordo, quando sento na mesa, ou quando tomo banho, me perguntando uma série de coisas que todo mundo se pergunta, coisas banais da vida. Mais sei que nunca terei respostas concretas sobre as minhas perguntas, então acabo desistindo. Um dia desses, quando vi Luiz ou apenas Lu [meu amigo, companheiro, colega, e confidente, uns dos poucos naquela sala] meio assim, fiquei pensando em como o mundo é maluco, nem sempre amores são correspondidos, e parece que a lei natural do mundo, é que você precisa sofrer toda vez que isso acontece, como se você nunca tivesse acostumada, quer outro exemplo? Você não estuda nada pra prova de inglês e quase fecha, enquanto aquele que se matou de estudar, tira uma nota fraca. Olha que mundo maluco! Talvez aquela coisa de conspiração tenha realmente lógica, mais vai adiantar o quê, eu achar que o mundo louco, vive conspirando contra mim, se eu nunca entendo o motivo da tal conspiração. Quando alguém traduzir as leis naturais da vida, faça favor de me contar. Ficarei bem grata :)

E enquanto aos meus infernos dias, andam bem. Não teoricamente, mais o inglês, eu terminei meu livro, a academia não estou indo, esse frio consome todas e quaisquer energias. A escola, está perfeita. Eu sei que é meio estranho! Mais esses dias, Luiz tem sido as minhas aspirações, de ficar em silêncio, não gritar ‘NOOOOSSA EMI’ ou ‘topo, topo, porque não?’. Até tão pensando em tirar meu rótulo da menina mais anormal da sala. \õ/ Acho que estou tão dedicada, e tirando as melhores notas junto com Mª Clara, que vão me dá o rotulo MAIS interessante. HAHAHAHAHHAHAH
Um beijo. :*

‘ Eu me arriscaria outra vez, levaria a culpa, levaria um tiro por você, e eu preciso de você como um coração precisa de uma batida, mas não é novidade, eu te amei com um vermelho fogo, agora está se tornando azul... ’ Apologize – Timbaland

Só pra constar, hoje, em plena quinta, tem festa a fantasia pra mim. \o/
vamos cuuuuuurtir! enquanto se pode viver :*

terça-feira, 18 de agosto de 2009

FANTÁSTICOS!





Há uma coisa bem legal, que eu quero dividir com vocês.
Uma garota, a um ano atrás me mostrou essa banda, e a cada dia que eu escuto, eu gosto mais.

O nome? Moptop.
Moptop é uma excelente banda carioca, formado por Gabriel Marques, Rodrigo Curi, Daniel Campos e Mário Mamede. Formada em 2003, esses quatros rapazes se juntaram com o objetivo de tocar um bom rock. Inspirados em 'The Beatles’ , [em português.] e 'Los hermanos’. Olha que inspiração! Em 2006, saiu pela Universal o álbum de estréia, intitulado ‘ Moptop’, em homenagem ao corte de cabelo dos Beatles, este álbum é composto de doze músicas que dão vontade de gritar alto o lema da banda, impresso de maneira tímida no verso do encarte, dizendo “ Yeah Rock!!”. Canções que tem uma pegada de guitar band, tecladinho, progamação eletrônica discreta, voz mais que afinada, nas letras? Os versos “ Eu menti sim/ ser alguém cansa demais.”, completam o pacote. E a minha preferida diz: “ Ando aqui pensando em nós dois, será que temos tempo? Te fiz promessas, que não posso apagar’’
Hoje, faz um ano do segundo cd lançado, chamado “ Como se comportar”, fantástico igualmente ao primeiro. Quer conhecer? site oficial moptop
my space moptop.

Tenho outra coisa pra dividir... Mais só daqui a alguns dias! ;)
Um beijo, ;*
é impresionante o que as pessoas falam por aí,
se soubessem que somos apenas traços de polvoras, não falariam tanto.
e ah, DESEJO PARABÉNS A MOPTOP. 6 anos de puro sucesso \o/

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

vai ficar aqui.

Uma das coisas que mais me deixa admirado em conhecer alguém é ver que essa pessoa diz tudo o que sente. Não importa se vão a achar fútil, chata, vulgar... Não importa o que qualquer um vai achar, ela vai abrir seu coração, dizer coisas boas ou ruins sempre esperando o melhor... Conheci alguém assim! Não há conheço mais porque não faz mais parte da minha vida... Infelizmente!
Acho que a coisa mais bonita e mais CRUEL que Deus criou foi o sentimento. Sentimentos não batem a porta, e pedem licença. Educação? Nenhuma. Bons ou ruins eles simplesmente invadem nosso coração. Daí parte da gente lutar contra ou abraçar esse sentimento... Muitas vezes abraçamos, e depois por um segundo quando soltamos este sentimento, ele ‘some’. Ou muda ou tantos outros fatores. Talvez no meu caso o sentimento não mudou, ele teve de ser mudado. E ele não sumiu, precisou ser apagado, ser diminuído. Outra coisa que acho de Deus. Não, dessa eu tenho certeza. Deus não coloca duas pessoas no mesmo caminho à toa. Deus age sobre nós, sempre com um propósito na vida um do outro. E se ele juntou duas pessoas, com tantas diferenças, com tantas pedras e dificuldades, com certeza não foi coincidência. Ou você precisa de mim, ou eu preciso de você, ou ambos os casos. Mas acho que neste momento sou eu que ando precisando MUITO de você. Sempre precisei! Até mesmo porque a um milhão de diferenças, nos conseguimos nos tornar tão iguais, tão divinas.
Uma vez li em uma carta que recebi, que não tem como amizade ou tantos afins, ter um fim. E um cara que eu admiro muito, chamado Frank Sinatra dizia que '' Cada fim, é um novo começo''. É isso que eu desejo pra nós duas. Que cada fim, seja um novo começo. Um RE-começo. Não quero que tudo que um dia eu senti por você, que tudo que eu guardei e prezei se apague, não assim. Não agora... Todos os dias que eu acordo, eu desejo você de novo comigo. Desejo toda a sua felicidade. Quero que essa minha precisão de você, precisão infinita, essa paz que eu sinto quando te tenho, seja eterna. Várias vezes tentei lhe agradecer por tudo que fez por mim... Mas nunca consegui. Por que essa coisa divina do que eu sinto por você é inexplicável.
Talvez nunca mais terei essa chance, mais mesmo assim, obrigado! Você é única, sempre será. Insubstituível. E se tenho direito de pedir mais uma coisa, não sai da minha vida não, não tão de repente, não assim, preciso de você, aqui comigo. (L)

‘mas se você voltar, traz de volta meu coração. mas se você voltar, não esquece o meu coração. que é para, - ele tem que bater, por você.

[não vou excluir, só basta a pessoa saber, e o blog é meu! eu tiro se eu quiser, e eu falo de quem eu quiser. :)]

' Linda, cuida de mim, só me faz rir, meu coração, entrego a ti. Não suporto mais viver sem você, esse vazio assombra e me faz sofrer, vem me livrar da dor, com o seu amor.'
essa música é TÃO linda. ♥ igualmente ao cantor. rs