terça-feira, 19 de maio de 2009

A magia, as cores e a flor. 2

O amor é de pimenta, pimenta cheia de doce. Doce aroma. Com um pouquinho de alfazema. A menina continua linda, naquela mesma redoma, mal consegue disfarçar, tenta se controlar. Dosando a alegria para não gastar. Se vê mais linda do que nunca. Emocionalmente divertida e abalável. Ansiosa por viver a própria história. Escrevê-la. Vive intensamente cada instante com o cabível receio de que o bem estar passe. Segue adiante. Ela ofereceu o seu amor, conseguiu a sua doçura. Com uma pitada de amor e um pouquinho de formosura. Acorda na casa dele, vestida de cinza, sob forte efeito. Senta-se na poltrona colorida, a única na sala vazia. Satisfeita, pensa nele, e em toda sua conquista. Agora ela ama! Agora ela troca agora ela sabe que ele é o grande amor de sua vida. Andaram de mãos dadas no parque, com a casa toda florida.


Outro PS: “Ama e faz o que queres”, pois – ou compadece-te e faz o que deves.

Nenhum comentário:

Postar um comentário