terça-feira, 19 de maio de 2009

Com todo o amor do mundo.

Passava na rua, passava. Algo reluzente no céu, o sol estava forte. Eu andava. Andava a procura de algo que nem eu mesma sabia o que era. Andava em busca de algo, de pessoas, de flores, ou até mesmo de beijos e amores. Andava. Andava com o tempo, com a lua, ou com quem quer que seja. Mostrei amor, e dignidade. Mostrei toda a beleza que ofuscava. Até encontrar, ela. Linda, linda. Seu nome nem eu mesma sabia. Sei que era linda. Seus olhos traziam tanto amor, tanta cumplicidade, eram verdes. Seus cabelos cacheados loiros balançavam ao vento, e radiavam como a luz do sol. Ela sorriu. Mostrou-me o sorriso mais belo. O seu. Entrou em contanto comigo com apenas um sorriso, que sim, valeu mais que 1.000 palavras. Estava impressionada. Ele ofuscava toda a beleza existente. O sorriso dela dizia algo. Algo incrível. Adorável. E essa história seria minha, feita pra mim.Absurdamente, viciei. Nela, na sua beleza, no seu sorriso e até mesmo no seu olhar. Em tudo. Não tê-la por perto parecia o mesmo que não existir, vida sem cor, sem sombra, e sem alegrias. Viveria por ela, morreria por ela. E a teria ao meu lado. Pra contar todas as coisas impossíveis, todos os desejos inigualáveis, todos os sonhos que não passariam de sonhos, todas as lutas, jogaríamos conversas foras, sentada da cama, jogando qualquer joginho besta. Ela me contaria seus segredos, sem medo. E eu também a contaria.Iríamos dormir tarde assistindo qualquer desenho fútil da TV, ou ficaríamos na internet jogando no site da Barbie. Acordaríamos cantando! Felizes. Sem medo de errar, de mudar. Ou até mesmo de esquecermos toda nossa história. Seriamos assim, em todas as ocasiões, irmãs, amigas, ou outros tantos afins.Não nos afastaremos, não vamos nos despedir, nem dar Adeus, você estará ao meu lado, hoje, e sempre. E eu estarei do seu, bem que mais hoje, e mais que o SEMPRE. E se esse tal ‘sempre’ não existir, não me importo. Eu prometo que estarei. E ser promessa não valer, a minha palavra vale, então acredite nela.

Dedicado a uma das minhas melhores primas, e a mais linda também.A Julia, com todas as qualidades acima, do jeitinho de cima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário