segunda-feira, 25 de maio de 2009

Diminuir, diminutivo.


Tenho que diminuir os gastos, o tempo vago, que não faço nada, minhas horas intermináveis de sono, a minha grande e tola distração, o tanto que vou à lua, principalmente nas aulas de inglês. Tenho que diminuir as lágrimas expostas - nuas no rosto pálido -, as lamentações das coisas que não acontecerão e que não darão certo. Minha ingenuidade, meu grau irresponsável de sinceridade, a minha insistente e desvairada insanidade, em aulas, no inglês, na vida. Tenho que diminuir as emoções em altos picos – infinitivamente tristes ou alegres -. Dizem que isso é correr riscos demais. Tenho que diminuir o vício de correr riscos demais. O vício de estudar compulsivamente, e ter que escutar de minha mãe que isso não é estudo. O vício em Engenheiros. O vício no computador. O vício da televisão. O vício nos livros. Diminuir a quantidade de pensamentos que rondam minha mente. De manhã, à tarde, a noite toda, a madrugada. Diminuir a minha mente. Tenho que diminuir minhas mãos, que cismam em agarrar, afoitas, a tudo e a todos. Diminuir a quantidade de palavras que se alojam acomodadas – ruins ou boas - dentro da minha boca. E, de minha boca, diminuir o tom da voz, junto com as futilidades ditas por dizer, largadas por aí, sem ter o que fazer em alguma mente ou em qualquer lugar. Tenho que diminuir meus olhares vagos pra tantos seres incertos, minhas inúmeras e teatrais expressões. Principalmente, quando desejo algo.
Tenho que diminuir a quantidade de chocolate, nem como tanto, mais o que eu como, engorda. Tenho que diminuir a quantidade de ovo de páscoa que ainda está guardada. A gordura localizada, algumas medidas aqui e ali. Queria diminuir o meu grau de miopia. Tenho que diminuir, minha paixão compulsiva por filmes e shopping. Minha insana preguiça de ir pra academia, e de acordar de manhã pra ir pra escola. Tudo isso para alongar minha vida. E qual vida se tem, quando se é diminuída? Quando você pensa que diminuir é possível?!As favas com os diminutivos. Tenho, sim, é que aumentar tudo para viver como tem que ser: vivendo. Apenas vivendo. Só isso. Só isso tudo que devo fazer. Nem é tanto... Desejo-me sorte. (Y)

sábado, 23 de maio de 2009

Cigana,




Jogue as cartas sobre a mesa, cigana. E pode me falar se ela está com outro cigana, ou se ela vai voltar.. ♪
-
Meu pai é apaixonado por essa música! Ai viciei. :~
Lembro de Jéssica. OEUOEUEO

terça-feira, 19 de maio de 2009

saudade.

' enquanto a chuva molha meu rosto, ela esconde a minha lágrima que insiste em encontrar o chão, enquanto o frio, toma meu corpo eu aprendi sem a gramática, que SAUDADE não tem tradução! eu preciso tanto de você, o seu amor é o que me faz crescer, e conhece como a própria mão, cada medo do meu CORAÇÃO! hoje pensei tanto em nós duas, que não podia deixar pra depois, eu vim aqui só pra dizer, que eu sou louca por você! '

Estava escutando essa música, e ela me lembrou alguém. Na verdade me deu saudade do ano passado, ando vivendo de saudades, morrendo de saudade. Essa tal saudade, anda me corroendo. Saudade mata, e engorda! Sou prova das duas coisas. Sim, a verdade, é que essa pessoa se encaixa exatamente em toda palavra que há. Nem sei o quê dizer, só obrigado por existir. Desculpa mesmo, por tudo que eu já fiz, por encher teu saco sempre. E aporrinha tua paciência. Obrigado por tudo que já foi falado, feito, vivido. Está guardado comigo.

PS: RACKEARAM O OUTRO BLOG. Copiei as coisas pra esse, que o que muda é que dupliquei a corda e vou continuar aqui. Bom retorno pra mim, e um beijo pra vocês. ;*


Metade de mim é saudade, a outra é amor.


.bjpralane.

O garoto, as pessoas e o fascínio.

O tal garoto andava, rápido demais pra ser visto. Flutuava nos seus pensamentos mais intensos, pensava no tempo... Ou no amor. Neste momento, eu ainda não tinha roubado o coração dele, muito menos, a beleza que me fascinava. Ele era apenas ele, e eu apenas... Eu. Não sei bem por quê o reparei, entre todas as pessoas, ele era o mais modesto. Quem sabe, eu que o reparei deste jeito.O tal garoto era mais do que eu imaginava, mais do que eu sonhava, ou esperava. Meu fascínio era maior. Tinha que ser ele, apenas ele, ' sem ser necessário enteder'.(...)Retornou, mais belo e melhor. Mais digno. Agora, o conheci. ' Era madrugada, quase manhã raiada' quando eu o vi, havia tanto a ser dito, mais não disse nada. O silêncio nos tornará melhores. Havia tanto a ser observado, mais não observei. Resolvi deixar de lado, as coisas fúteis, e emanei outras coisas, melhores. Emanei amor. Segurei-me nele e parti. Fui aprender a viver, a amar. Assim, ele deixou de ser ele, agora EU! Estávamos juntos, ligados, fascinados. O amor venceu, apenas desta vez.
;*

366dias.


Há 366 dias, eu estava pedindo inúmeras coisas para este ano, e agradecendo pelo ano que tinha se passado. Agora, eu posso dizer que o ano passou rápido, voou. È inacreditável pensar que em tão pouco tempo, estava pedindo tantas coisas, e que agora, tenho e devo que pedir tudo de novo. E em saber ainda, que nem todos esses meus pedidos foram realizados, ou aconteceram de forma boa, e até mesmo, de forma que eu não imaginava. Não há palavras que resuma 2008, são tantas que cabe a esse ano cheio de coisas imprevisíveis, amor, tantas amizades novas, afetos, fé, carinho, morte, choro, falsidade, escola, confusões, ruas, festas, e tantas outras coisas. 2008 foi um ano que deixou marcas de todas as formas possíveis. Nesses 366 dias aprendi que não devemos confiar tanto em certas pessoas, às vezes elas nos machucam mais que deveriam. Aprendi que não devemos largar um amigo por ai, por mais que ele tenha mudado. Aprendi que errar, que cair, e que nos machucar, é a melhor coisa, para aprendemos. E que é sempre assim... Nunca há o que fazer. Aprendi que a vida vira as costas pra nós, e temos que lutar sozinhos. E que nunca vai ter um amigo suficientemente bom pra vim e fazer o papel da vida. Que nem sempre tudo é como queremos, e que devemos mesmo assim quebrar a cara, o pescoço, e o que for necessário. Quero tirar todas as promessas [in]úteis que eu fiz, nunca ninguém as segue. Quero que o ano de 2009 seja sim repleto de coisas boas, melhor do que o meu ano de 2008 que não foi bom quanto esperava, perdi uma pessoa especial, nova, e que eu amava tanto, meu tio. Perdi de acreditar que a vida é a melhor, e que devemos vivê-la. Perdi tempo com coisas bobas, e as coisas legais, eu deixei passar. Perdi momentos únicos, e esqueci que nunca vamos ter outros iguais. Deixei o medo me dominar. E isso talvez, tenha me deixado fraca. Não sei bem o que espero pra 2009, minha vida pode mudar completamente, tenho algumas metas pra se seguir, tenho coisas pra fazer, coisas pra acreditar, então devo mentalizar inúmeras coisas boas, uma vida nova, amigos novos, e os meus velhos também. E acho que isso basta! Só tenho a desejar um feliz ano novo. Um ótimo 2009! E que ele seja pior que 2010! (;


.bjpradin.

2000inove.

Inovar é introduzir novidade, fazer algo que é novo. Renovar, mudar, ou até mesmo acreditar em algo diferente. Inovar é libertar de coisas remotas e se apegar ao novo, é esperar sempre mais, é querer sempre mais, é ir mais longe, é não ter medo de errar. Inovar é seguir em frente, apesar de todos os caminhos diferentes que propõem você a seguir. Inovar é mudar, todos os dias, mudar pra você, e para os outros também. Pra pior ou pra melhor, mais mudar. É evoluir, e crescer. Inovar é pirar, é trans-pirar, é sonhar, com você, e com tantos outros. Sonhar como tudo pode ser melhor e com certeza vai ser, se acreditarmos que vai. Inovar é acreditar, que vai dar certo, que você pode, e que consegue. Por isso desejo que vocês esqueçam de tudo o que se foi, que vocês enlouCRESÇAM, que vocês se encham de vibes positivas, que as maravilhas do mundo conspirem, e ah, que você saibam aproveitar essa linda aventura que é a vida. E pra resumir tudo: FELIZ ANO NOVO. Em 2000, INOVE!

Deixo a dica:
Para a virada, nada melhor que a família, boas risadas. 3 pedidos, uma festa qualquer, talvez pulinhos de ondas, se despeça do que ano que se foi e viva intensamente o ano que virá. E seja feliz, isso basta!


.nosduas.

Feliz Natal!

Duas certezas na vida: - A morte.

- E Roberto Carlos no especial de Natal da Globo.

Ah, Feliz Natal for your's.bjsmeliga ;*

Com todo o amor do mundo.

Passava na rua, passava. Algo reluzente no céu, o sol estava forte. Eu andava. Andava a procura de algo que nem eu mesma sabia o que era. Andava em busca de algo, de pessoas, de flores, ou até mesmo de beijos e amores. Andava. Andava com o tempo, com a lua, ou com quem quer que seja. Mostrei amor, e dignidade. Mostrei toda a beleza que ofuscava. Até encontrar, ela. Linda, linda. Seu nome nem eu mesma sabia. Sei que era linda. Seus olhos traziam tanto amor, tanta cumplicidade, eram verdes. Seus cabelos cacheados loiros balançavam ao vento, e radiavam como a luz do sol. Ela sorriu. Mostrou-me o sorriso mais belo. O seu. Entrou em contanto comigo com apenas um sorriso, que sim, valeu mais que 1.000 palavras. Estava impressionada. Ele ofuscava toda a beleza existente. O sorriso dela dizia algo. Algo incrível. Adorável. E essa história seria minha, feita pra mim.Absurdamente, viciei. Nela, na sua beleza, no seu sorriso e até mesmo no seu olhar. Em tudo. Não tê-la por perto parecia o mesmo que não existir, vida sem cor, sem sombra, e sem alegrias. Viveria por ela, morreria por ela. E a teria ao meu lado. Pra contar todas as coisas impossíveis, todos os desejos inigualáveis, todos os sonhos que não passariam de sonhos, todas as lutas, jogaríamos conversas foras, sentada da cama, jogando qualquer joginho besta. Ela me contaria seus segredos, sem medo. E eu também a contaria.Iríamos dormir tarde assistindo qualquer desenho fútil da TV, ou ficaríamos na internet jogando no site da Barbie. Acordaríamos cantando! Felizes. Sem medo de errar, de mudar. Ou até mesmo de esquecermos toda nossa história. Seriamos assim, em todas as ocasiões, irmãs, amigas, ou outros tantos afins.Não nos afastaremos, não vamos nos despedir, nem dar Adeus, você estará ao meu lado, hoje, e sempre. E eu estarei do seu, bem que mais hoje, e mais que o SEMPRE. E se esse tal ‘sempre’ não existir, não me importo. Eu prometo que estarei. E ser promessa não valer, a minha palavra vale, então acredite nela.

Dedicado a uma das minhas melhores primas, e a mais linda também.A Julia, com todas as qualidades acima, do jeitinho de cima.

Mulheres maravilhosas amam caras babacas.

Que mulher nunca ouviu uma musica e lembrou de um cara? Que mulher nunca gostou de caras errados e que nunca esteve ‘ai’ pra elas? Que mulher nunca mandou indiretas pelo MSN pra o tão desejado homem? Que mulher nunca deixou de sair por ele? Que mulher nunca se empanturrou de brigadeiro, curtindo uma fossa, pensando nele? Qual foi a mulher que nunca pediu as amigas pra arranjar aquele menino perfeito da festa? Que já sonhou que estava com ele, foi acordada e quis voltar ao sonho? Qual foi a que nunca sonhou em ter um amor como os dos filmes e novelas? Que mulher nunca falou um monte de bestagens na frente do cara que faz o coração dela bombar?
Calma Leitoras, não pensem que vocês são as únicas, na verdade, a cada minuto que sucede, aumentam o número de mulheres maravilhosas que perdem seu precioso tempo fazendo qualquer um desses itens citados acima. E não é coisa de "mulherzinha", é coisa de mulher que gosta de se arriscar, que gosta e gosta de verdade, que as vezes deixa de lutar para ver a felicidade dos outros, mas NUNCA por falta de forças, que coloca o cara num pedestal, mas quando ele abre a boca e fala qualquer infantilidade, nós sabemos colocá-los no fundo do poço. Sim, sabemos. Somos cruéis, e mesmo assim, nos subestimamos por eles, e depois nos arrependemos amargamente ou por ter nos subestimado ou por não ter feito o que devia fazer, mudamos tudo, nos arriscamos, e eles continuam sendo os mesmos: OS MESMOS BABACAS.
Os mesmos bestas, que não ligam pra o que fazemos.. que não ligam pra os nossos sentimentos, ou que as vezes, não se importam nem mesmo como estamos. Que não falam nada, mais adoram nos deixar pra baixo.E se a gente chora, grita, a gente só chora, só grita, porque assim como dois e dois são quatro, nós, mulheres lindas e poderosas, superamos cada fracasso, cada fase ruim, cada toco, com muita sabedoria, e o que eh melhor de tudo SEM SAIR DO SALTO. Sempre temos que ser as fortes, as melhores. E devemos lutar. Tudo com a cabeça erguida. E o mais legal de tudo, é que os homens acham que NUNCA podemos errar. Agora veja bem leitoras, devemos deixar nosso lado feminista de lado e reconhecer o quanto é importante a existência desses trastes, DESSES BABACAS, afinal, aquela frase clichê diz: Atrás de uma grande mulher, sempre tem um grande homem. Ou vice-versa.
Não que devemos passar por cima deles, mas passar por cima de tudo de ruim que eles nos fazem, sacudir a poeira, botar debaixo do tapete, e fazer o melhor, pegar um baú e deixar lá dentro, pois passado é passado, e uma coisa pode ter certeza, o cara errado será sempre o cara errado, por mais que as estações mudem, floresça num deserto e que Papai Noel venha em nossa casa trazer Brad Pitt, nunca eles vão mudar.Isso é fato. E fato são fatos e ponto final. Enquanto eles continuam as mesmas coisas, nós evoluímos, nós progredimos, e mais, nós nos divertimos, e é isso, que importa. O que é importa é se sentir bem. E quem sabe esses tão babacas, ainda um dia cresçam, e virem como nós, MULHERES PODEROSAS! Exatamente, somos isso e nunca devemos mudar. Afinal, queremos mais "é beijar na boca e ser feliz daqui pra frente, PRA SEMPRE!Deixo uma dica: Se tiver vivendo essa situação? Levanta-se agora, se arrume, ponha a sua melhor roupa, e me chama pra sair, ou chame outro qualquer, mais sem hora pra voltar.
Arrase, pois toda mulher PODEROSA, que se preze, é sempre MARA.


Por algumas mulheres maravilhosas da família maravilhosa Santana, Alice e Jessica [madrugadas, férias e muita inspiração.]

Etiqueta - a superficialidade da marca.

Engraçado, hoje passei em frente uma vitrina de uma loja, e disse diversas vezes: Isto é lindo. E aquilo também é lindo. Chamou-me a atenção quando o meu pai virou e disse quase isso: È lindo, porque é de marca, tudo que é de marca sempre é lindo. Mais uma vez engraçado, ele estava certo. Não sei se já pararam pra observar, a tal ‘ sociedade’ se preocupa tantos com os luxos das pessoas, com o glamour, ou até mesmo com o que aquela roupa pode trazer, neste caso fama.Estar usando uma roupa de ‘etiqueta’ ou de ‘marca’ não é apenas estar usando uma roupa, atrás daquela roupa, vem varias superficialidades do cotidiano. Uma delas é o status que a pessoa pode ganhar com ela, quem usa roupa de etiquetas é visto como ‘ o rico’, ‘ o baronês’ ou até mesmo O ESTILOSO.
É claro, roupas de marca são sempre douradoras, sempre mais chamativas, ou mais glamorosas, roupas de marcas duram sempre um pouco mais. Mais nunca valem o valor que a custam. E sabe o quê? O material da calça pode ser o mesmo, o acabamento pode ser melhor, e ela pode valer 20 reais a mais que a outra. Mais quando estamos falando de roupa de marca, nunca nada é 20 reais mais caro. Que tal 200? Sim, é associável. Por trás daquela blusa ‘de marca’ vem algo, chamado O ESTILISTA MELHOR, algo chamado A FABRICA! E os consumidores.
Acontece que toda roupa é roupa. E toda roupa tem etiqueta, e tem uma marca. E engraçado também, que as pessoas sempre valorizam aquela que é cara, aquela que não é nossa, e que não temos condição de ter. E uma frase clichê diz isso: A laranja do vizinho é sempre melhor do que a nossa.E agora, não venham me dizer que vocês não concordam, sendo clichê ou não, ela está certa, nunca damos valor pra o nosso, pra o que podemos ter. Ou até mesmo, pra quem somos. Esquecemos que nós fazemos nosso estilo, que nós fazemos nossa marca, e nós somos as nossas próprias etiquetas, viemos rotulados de muitas coisas boas, mais não sabemos usar. E enquanto as variadas coisas ruins a qual vieram em nós, nós temos prazer de espalha-las por ai, quer exemplo? A inveja.Pois bem, que tal pararmos de nós preocupar um pouco com o que vestimos, com o que usamos, com a marca que usamos, e se preocupar mais, em ser melhor. Em viver melhor. Em emanar coisa melhores.

Deixo uma dica: A nossa laranja sempre é melhor do que a do vizinho.Só não sabemos na verdade, dar valor as nossas laranjas.

Por: Alice Santana.

Que graça, que criativo, e que galera sem o que fazer.

Tudo começou quando a galera da faculdade de direito resolveu colocar uma celebre frase em uma camiseta, e ela virou moda no campus:
- Seu namorado faz Direito? Vem cá que eu faço.
O pessoal de medicina porém, não deixou barato, e logo criou outra frase:
- Ele pode até fazer direito, mais ninguém conhece seu corpo como eu.
O pessoal da Administração não deixou pra menos:
- Não adianta conhecer o corpo, fazer direito, se não souber Administrar o que tem.
O pessoal de Administração ficou bem na fita, quando a Turma de Agronomia apareceu com a seguinte frase:
- Uns conhecem bem, outros fazem direito, e alguns sabem administrar o que tem, mas plantar a mandioca como nós ninguém consegue!
O pessoal da Publicidade largou esta:
- De que adianta conhecer bem, fazer direito, saber administrar e plantar a mandioca, se depois não puder contar pra todo mundo?
A turma da Engenharia:
- De que adianta conhecer bem, fazer direito, saber administrar, plantar a mandioca, e poder contar pra todo mundo, se não tiver energia e potência para fazer várias vezes?
A frase campeã ERA a da Economia :
- De que adianta conhecer bem, fazer direito, saber administrar, plantar a mandioca, poder contar pra todo mundo, ter energia e potência para fazer varias vezes, se mulher gosta mesmo é de dinheiro?

Mais como sempre as mulheres vencem com a nova frase das meninas do curso de nutrição:
- De que adianta conhecer bem, fazer direito, saber administrar, plantar a mandioca, poder contar pra todo mundo, ter energia e potência para fazer várias vezes e ter dinheiro... se no final das contas a gente sempre precisa ensinar a comer! (:

QUE GRAÇA VIU! QUE GALERA CRIATIVA. ;*
ADORO. *-*
bjsmeliga.

Piada de loira é mara. HAHAHAH

Um cara estava andando por Copacana e viu uma loira muito linda conversando no orelhão, ele também queria telefonar e ficou atrás dela esperando;Depois de uns 8 minutos ela falando ao telefone:Obrigada, Obrigada, Obrigada, Obrigada, Obrigada e Obrigada, ela desligou o telefone e ele então a perguntou:- Moça porque estava falando apenas obrigada ao telefone?- Ah, simples; Eu estava com uma duvida e me disseram que o orelhão ouvia tudo então eu perguntei a ele: Quem é a loira mais linda do mundo?

Então o orelhão respondeu: TU-TU-TU-TU-TU-TU-TU-TU-TU.

hahá, que idiota (: a galera não tem mais o que fazer, nunca vi.

Excelência.

Sendo este um jornal por excelência, e por excelência dos precisa-se e oferece-se, vou pôr um anúncio em negrito: precisa-se de alguém homem ou mulher que ajude uma pessoa a ficar contente porque esta está tão contente que não pode ficar sozinha com a alegria, e precisa reparti-la. Paga-se extraordinariamente bem: minuto por minuto paga-se com a própria alegria. É urgente pois a alegria dessa pessoa é fugaz como estrelas cadentes, que até parece que só se as viu depois que tombaram; precisa-se urgente antes da noite cair porque a noite é muito perigosa e nenhuma ajuda é possível e fica tarde demais. Essa pessoa que atenda ao anúncio só tem folga depois que passa o horror do domingo que fere. Não faz mal que venha uma pessoa triste porque a alegria que se dá é tão grande que se tem que a repartir antes que se transforme em drama. Implora-se também que venha, implora-se com a humildade da alegria-sem-motivo. Em troca oferece-se também uma casa com todas as luzes acesas como numa festa de bailarinos. Dá-se o direito de dispor da copa e da cozinha, e da sala de estar.

P.S. Não se precisa de prática. E se pede desculpa por estar num anúncio a dilacerar os outros. Mas juro que há em meu rosto sério uma alegria até mesmo divina para dar.

Clarice Lispector

A CONVERSA!

Confissão de um avô no telefone. Às 23:50
alô
- oi.
- ingrid está?
- não, ingrid não chegou ainda. quem é?
- ah, é alice.
- oi alice, ingrid não chegou ainda minha flor. ela anda tão desobidiente, não sei mais o que eu faço, eu mando ela chegar cedo e não adianta, ela agora só chega 2 pra 4 horas da manhã. ontem mesmo chegou quase 3 horas. eu to aflita, ela não me obedece..
- vou mandar ela começer a obedecer a senhora.
- [ela morrre de rir].
- então é isso, obrigado, ligo mais tarde.
- tchau, e obrigado você.

O cabide e 2009.


Só.
Sabe que somos livres,
não pertencemos a ninguém
e não podemos querer ser
donos dos desejos, da vontade ou dos sonhos
de quem quer que seja.
Só.
Leva isso para 2009,
+ alguns vestidos leves
de algodão e uma dúzia de boas ideias
para colocar em prática
apenas no primeiro semestre.
hoje é festa! então aproveitem-se o sábado. e lembre-se que a noite é um criança.
um outro PS pra destacar Fernando Pessoa:Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?

Um dia...

Um dia descobrimos que beijar uma pessoa para esquecer outra é bobagem, você só não esquece a outra pessoa como pensa muito mais nela. Um dia percebemos que as melhores provas de amor são as mais simples...Um dia percebemos que o comum não nos atrai.Um dia saberemos que ser classificado como o "bonzinho"não é bom. Um dia perceberemos que a pessoa que nunca te liga è a que mais pensa em você. Um dia saberemos a importância da frase: "Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas..."Um dia percebemos que somos muito importantes para alguém,mas não damos valor a isso...Enfim... um dia descobrimos que apesar de viver quase um século esse tempo todo não é suficiente para realizarmos todos os nossos sonhos, para beijarmos todas as bocas que nos atraem, para dizer tudo o que tem que ser dito naquele momento.Não existe hora certa para dizer o que sentimos se quem estiveste ouvindo não te compreender, não te merecer... O jeito é: ou nos conformamos coma falta de algumas coisas na nossa vida ou lutamos para realizar todas as nossas loucuras. Quem não compreende um olhar tampouco compreenderá uma longa explicação.



Mário Quintana ~*
ele merece um voto e um PS também.



A magia, as cores e a flor. 2

O amor é de pimenta, pimenta cheia de doce. Doce aroma. Com um pouquinho de alfazema. A menina continua linda, naquela mesma redoma, mal consegue disfarçar, tenta se controlar. Dosando a alegria para não gastar. Se vê mais linda do que nunca. Emocionalmente divertida e abalável. Ansiosa por viver a própria história. Escrevê-la. Vive intensamente cada instante com o cabível receio de que o bem estar passe. Segue adiante. Ela ofereceu o seu amor, conseguiu a sua doçura. Com uma pitada de amor e um pouquinho de formosura. Acorda na casa dele, vestida de cinza, sob forte efeito. Senta-se na poltrona colorida, a única na sala vazia. Satisfeita, pensa nele, e em toda sua conquista. Agora ela ama! Agora ela troca agora ela sabe que ele é o grande amor de sua vida. Andaram de mãos dadas no parque, com a casa toda florida.


Outro PS: “Ama e faz o que queres”, pois – ou compadece-te e faz o que deves.

A magia, as cores e a flor.


De presente recebeu a si própria protegida numa redoma em companhia única de uma flor amarela de plástico, cheia de magia, de cores e de vida. Ela havia se arrumado, preparou o seu cabelo amanrozado, pegou o seu violão, vestiu a sua melhor roupa, e saiu a cantar. Se encheu de paz, havia pintado a unhas de amarelo, pra combinar com a flor. E agora ela estava protegida, presa talvez. Emendando um amor no outro. Na verdade, emanava o amor ao mundo, mandava beijos e abraços, loucos e em todos os sentidos. Sentidos. Sentindo muito. Sinto muito. Agora, ela não erra, ama, e se desafia. Casa comigo que te torno a mulher mais cheia de experiências e madura. Tão dura. Dura. Que pode até perder a doçura com todo esse amor.



um PS: tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas ~*